Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Pró-Reitoria de Graduação- PROGRAD

BREVE CONTEXTUALIZAÇÃO, NECESSIDADE E ABRANGÊNCIA DO PPI.

            Com a Lei nº 10.861/2004 foi instituído o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), que além de definir a avaliação de cursos de graduação (ACG) e do desempenho dos estudantes (ENADE), também definiu a avaliação das Instituições de Educação Superior (AVALIES) composta por auto-avaliação e avaliação externa.  Esse processo de avaliação Institucional leva em consideração dez dimensões que foram estabelecidas pela referida Lei, dentre as quais destacamos a dimensão “Missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional”, cujo teor está diretamente relacionado ao Projeto Pedagógico Institucional.

            Para o processo de avaliação nessa dimensão é exigida a apresentação de alguns documentos, dentre eles, o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e o Projeto Pedagógico Institucional.

            Nessa perspectiva, foi editado em 09 de maio de 2006 o Decreto n. 5.773, que dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e sequenciais no sistema federal de ensino, que em seu em Artigo 15 define a relação de documentos que deve instruir o pedido de credenciamento da instituição e, dentre eles, o PDI.

            Nas orientações gerais sobre esse documento, o PDI, elaborado para um período de 5 (cinco) anos, é o documento que identifica a Instituição de Ensino Superior (IES), no que diz respeito à sua filosofia de trabalho, à missão a que se propõe, às diretrizes pedagógicas que orientam suas ações, à sua estrutura organizacional e às atividades acadêmicas que desenvolve e/ou que pretende desenvolver.

            O Projeto Pedagógico Institucional é um instrumento político, filosófico e teórico-metodológico que norteará as práticas acadêmicas da IES, tendo em vista sua trajetória histórica, inserção regional, vocação, missão, visão e objetivos gerais e específicos.

            Em sua fundamentação, o PPI deve expressar uma visão de mundo contemporâneo e do papel da educação superior em face da nova conjuntura globalizada e tecnológica, ao mesmo tempo em que deve explicitar, de modo abrangente, o papel da IES e sua contribuição social nos âmbitos local, regional e nacional, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão como componentes essenciais à formação crítica do cidadão e do futuro profissional, na busca da articulação entre o real e o desejável

            Neste sentido busca um rumo, uma direção. É uma ação intencional, com um sentido explícito, com um compromisso definido coletivamente. (MEC. CONAES. INEP, 2006)

            Desta forma, o PPI enquanto elemento constitutivo do PDI também deve ser atualizado a cada cinco anos, e para tanto, a UFERSA estabeleceu comissão específica objetivando a revisão desse projeto no intuito de atender as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Educação – MEC.

            Portanto, a Comissão de Revisão do PPI, instituída pela Portaria UFERSA/PROGRAD Nº 093/2017, disponibiliza nesta página, para consulta à comunidade, a proposta de “Estrutura do Projeto Pedagógico Institucional” com a finalidade de complementá-la com tópicos não abordados, bem como o atual PPI para inserção de sugestões que possa complementá-lo.

 

Extraído de: MEC. CONAES. INEP. Avaliação Externa de Instituições de Educação Superior: diretrizes e instrumentos. Brasília, DF, novembro de 2006, p. 34-36.

 

PPI – UFERSA

Estrutura do PPI

 

Formulário de Envio de Sugestão ao PPI

 

Verification

Formulário de Envio de Sugestão a Estrutura do PPI

 

Verification

7 de novembro de 2017. Visualizações: 1009. Última modificação: 06/12/2017 16:01:02